Seguro Desemprego 2016

Seguro desemprego 2016 – O Seguro Desemprego é um importante benefício para os trabalhadores brasileiros, estando em vigor desde 1990 e sendo direcionado para a iniciativa privada. Cada profissional, demitido, que esteja dentro dos padrões pré-estabelecidos, poderá estar recebendo de três a cinco parcelas, para que assim consiga atravessar mais tranquilamente a fase de desemprego e tenha orçamento para o período em que busca outra oportunidade empregatícia.

Faz parte de um seleto grupo de benefícios sociais que foram instituídos logo após a redemocratização, iniciada em 1985, sendo que sua fase inicial era muito diferente do que foi até agora.

Para O seguro desemprego 2016, algumas mudanças, que serão detalhadas em seguida, fazendo assim com que o aperfeiçoamento deste direito ocorra ano a ano, adaptando com os diferentes contextos sociais que o país passa.

A consolidação do seguro desemprego deu-se principalmente neste século, quando a moeda adquiriu estabilidade e a política econômica evoluiu, possibilitando assim com que fosse possível equilibrar as contas públicas com os gastos com benefícios sociais, que mantém a maioria dos brasileiros em um patamar aceitável dentro das condições adequadas para vida.

seguro desemprego 2016

Novas regras seguro desemprego 2016

Para 2016 o Seguro Desemprego tem algumas regras bem específicas. Para que fique claro, vamos detalhar cada uma delas.

Quanto ao recebimento de salários, é necessário ter recebido pelo menos 12 meses em relação aos últimos 18. Em referência aos últimos 12 meses, é necessário ter recebido salário durante 9 deles. Além disso, é preciso ter recebido de forma ininterrupta os últimos 6 meses em relação a data de dispensa. Essa referencia é para ter direito ao seguro desemprego 2016.

Essas novas regras fazem com que o trabalhador tenha que comprovar que realmente esteve envolvido por um período razoável dentro de seu último emprego, evitando assim fraudes e o forçamento de rescisão, prática que alguns funcionários tomavam, agindo de má fé e tentando ludibriar os seus patrões e o Governo Federal.

Valor e parcelas seguro desemprego

Em relação as parcelas, a nova lei é muito específica: “O benefício do seguro-desemprego será concedido ao trabalhador desempregado, por período máximo variável de 3 (três) a 5 (cinco) meses, de forma contínua ou alternada, a cada período aquisitivo, contados da data de dispensa que deu origem à última habilitação, cuja duração será definida pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat)” (Fonte: Planalto.gov.br)

Sendo assim, fica claro o período em que é possível estar recebendo o seguro desemprego. Em relação ao número de parcelas, o Governo Federal também instituiu algumas considerações.

O pagamento será de 4 parcelas caso o trabalhador tenha recebido entre 12 e 23 meses. Para 5 parcelas, o trabalhador deverá ter recebido no mínimo 24 meses. Essa regra apenas é aplicada para a primeira solicitação do direito social.

Quem buscar o seguro desemprego pela segunda vez, receberá 3 parcelas caso comprove recebimento entre 9 e 11 meses. 4 parcelas para aquelas que receberam entre 12 e 23 meses e finalmente 5 parcelas para quem comprovar recebimento por no mínimo 24 meses.

Na terceira solicitação do seguro desemprego, o trabalhador receberá 3 parcelas caso comprove entre 6 a 11 meses de salário (período anterior a demissão). 4 parcelas para quem comprove de 12 a 23 meses e 5 parcelas para período acima de 24 meses.

No caso de a demissão ter ocorrido no meio de um mês, conta-se mês inteiro para valores iguais ou superiores a 15 dias trabalhados.

Seguro desemprego 2016

Para solicitar o seguro desemprego em 2016, o sistema será igual, sendo necessário ter todos os documentos referentes a rescisão, bem como comprovantes de inscrição no PIS e demais informações individuais, que devem ser apresentadas em uma consulta previamente agendada.

O agendamentos do seguro desemprego ocorre no site do Ministério do Trabalho, sendo que é imprescindível comparecer no dia marcado, sob pena de perder o benefício em caso de faltas. Se não puder comparecer no dia de sua consulta, cancele previamente e marque outra data, pois assim estará ajudando o órgão a ter uma melhor organização e a executar seu trabalho de maneira agilizada.

Seguro Desemprego 2016
4.67 (93.33%) 3 votes

Leave a Reply